• outubro 29, 2020

Felipe Prior, ex-BBB é acusado de estupro

 Felipe Prior, ex-BBB é acusado de estupro

Felipe Prior no ‘BBB20’. Foto: Reprodução/Globo

Compartilhe

O site da revista Marie Claire, publicou nesta sexta-feira (3) o relato de duas mulheres que alegam terem sido estupradas pelo arquiteto e ex-BBB, Felipe Antoniazzi Prior. Além dos dois relatos, há ainda mais uma vítima sobre uma tentativa de estupro.

Os documentos apresentados apontam a ocorrência dos supostos crimes entre 2014 e 2018. De acordo com a advogada das vítimas, Juliana de Almeida Valente, os três crimes teriam ocorrido após festas dos jogos universitários InterFAU, que anualmente reúne alunos de várias faculdades de arquitetura e urbanismo do Estado de São Paulo.

As mulheres não teriam registrado boletim de ocorrência na ocasião por medo e vergonha. No entanto, uma das vítimas após o estupro, necessitou de cuidados médicos devido a laceração vaginal, como consta no laudo médico apresentado a revista.

Em nota a Comissão da InterFAU se manifestou dizendo que Prior está banido dos jogos desde 2018, por conta de denúncia de assédio e alega que não sabia se tratava de um caso de estupro.

Por meio do seu Instagram, Prior negou as acusações. Ele disse ser inocente e afirmou que jamais cometeu violência sexual. “Estou muito chateado mesmo, muito chateado. Desconheço os fatos apresentados, nunca cometi nenhuma violência sexual contra ninguém. Sou inocente, sou inocente. O que me deixa mais chateado é saber que depois que eu entrei na casa as pessoas apresentaram uma denúncia pesada contra mim. Os meus advogados estão tomando todas as providências (..)”.

O Ministério Público de São Paulo pediu à polícia a instauração de um inquérito para apurar a denúncia contra o arquiteto, após a publicação da notícia-crime que foi enviada à Justiça. O caso está sob sigilo.

 

Nota InterFAU

Redação Tome

Matérias Relacionadas